Sites Grátis no Comunidades.net

C.Caç. 2381 - OS MAIORAIS




ONLINE
1


 

 

… E CINQUENTA E UM ANOS JÁ SE FORAM!

Parece que foi ontem, mas já lá vão cinquenta e um anos de vida. A nossa chegada a Bissau deu-se a 6 de Maio de 1968. sabemos que pelo menos 37 dos nossos já partiram para a outra vida. Muitos, nunca dram sinal de vida, o que é compreensível, pois a guerra deixou-nos marcas dolorosas difíceis de apagar; alguns, já não se sentem com coragem para "fazerem" os quilómetros que nos separam, para se juntarem a nós neste dia de convívio anual, outros, a doença que os corrói impede-os de se juntarem a nós. Mas ainda há alguns, muitos, que aí estão todos os anos para o fraternal abraço, dois dedos de conversa e um almoço bem servido.

Desta vez, paramos na Quinta do Codorno, nos arredores de Alenquer. estava um lindo dia de sol, um dia propício para trinta e três Maiorais e suas famílias num total de 73 convivas, se juntarem  para conviverem e marcar novo encontro para o ano que vem.

Em 2020 comemoramos cinquenta anos de regresso, que se concretizou no dia 9 de Abril de 1970

O Encontro comemorativo será no mesmo local, ou seja, na Quinta do Codorno em Alenquer, no dia 18 de Abril de 2020.

Contamos com o esforço de todos os Maiorais que têm resistido ao tempo para estarem presentes com o seu grito de vida

José Teixeira(Enf)


Total de visitas: 134871
- OS FILHOS QUE A PÁTRIA CHORA

Segundo elementos colhidos na "Resenha Histórico-Militar das Campanhas de Àfrica 1961-1973", durante os 13 anos de guerra colonial registou-se um total de 8.290 mortos nas três frentes de combate:


Angola 3.250


 Moçambique 2.962


Guiné 2.070.


Deve-se ter em referência o número de mortos na Guiné se compararmos as dimensões territoriais das três frentes de combate ( Angola com uma área de 1.246.700km2, Moçambique com 799.380km2 e Guiné com 36.125km2) e ainda o número de efectivos em cada frente.


Em 31 de Dezembro de 1973 os efectivos militares nas três frentes de guerra, totalizavam cerca de 148 mil homens, Angola 65.000, Moçambique 51.000 e Guiné 32.000). A Guiné foi chamada de " Vietname Português"


A grande maioria dos que morreram, caiu em combate, e aqui o número mais elevado registou-se em Moçambique 1.481; seguem-se Angola 1.306 e Guiné 1.240.


Para homenagear todos aqueles que combateram nas Guerras do Ultramar foi erguido no Forte do Bom Sucesso - Belém/Lisboa, o Monumento Nacional aos Combatentes do Ultramar, que teve a sua inauguração no dia 15 de Janeiro de 1994.


Em 5 de Fevereiro de 2000 o Monumento Nacional aos Combatentes do Ultramar ficou mais completo e com maior simbolísmo com a inauguração das lápides com os cerca de 9.000 nomes de combatentes que tombaram nas três frentes da Guerra Colonial.


A listagem com o nome de todos os combatentes que faleceram na Guerra Colonial esta no Site: http://kimbas.no.sapo.pt/mortos/mortoscombate.html

Criar um Site Grátis   |